Encontros

IV Encontro de Pós-Graduação em Filosofia: Impasses da Racionalidade

Impasses da Racionalidade

A história da filosofia é atravessada por recorrentes tentativas de delimitar a especificidade do discurso dito racional em relação ao seu outro. O mito, o sofisma e o senso comum figuram nessa história como alguns dos regimes discursivos frente aos quais a racionalidade procurou estabelecer sua diferença e sua primazia. No entanto, desde cedo, a racionalidade, própria ao discurso filosófico, se defrontou com impasses engendrados seja por sua própria constituição, seja por aquilo que até então definia os seus horizontes e limites. Assim, paradoxos e antinomias assombraram incessantemente a coerência e a consistência dos sistemas e proposições postos como insígnias da racionalidade. Não é por outro motivo que boa parte da filosofia contemporânea elevou a tema de maior importância o estatuto daquilo que, ao mesmo tempo, escapa e funda os conceitos da razão.

Em tempos nos quais ideias e valores que têm orientado as formas de vida hegemônicas se encontram em crise, esses impasses desafiam sobretudo a nossa época, expondo os limites da racionalidade que lhe é própria. Desse modo, convidamos todos a refletir no IV  Encontro de Pós-Graduação de Filosofia da USP: Impasses da racionalidade sobre as possibilidades e os problemas que surgem quando a racionalidade se vê forçada a lidar com as suas próprias aporias.