[Palestra] Origem e finitude em Arthur Bispo do Rosario - Manto da Apresentação sob uma dialética do olhar

Versão para impressão
Ministrante: SOLANGE DE OLIVEIRA [Pós-doutoranda | DF/USP]
30 / AGO / 2019 - 19H00
Cartaz e Programação do evento: 
Local: 
Sala 008
Endereço: 
Conjunto Didático de Filosofia e Ciências Sociais, Av. Prof. Luciano Gualberto, 315 - Cidade Universitária, São Paulo - SP

 

 

Há ocasiões em que imagens emergem das mais cruéis condições, se equilibrando entre a existência, plasmada na materialidade de uma volumetria visivelmente discer-nível, e o esvaziamento, que nos confronta a finitude. Essa cisão evocada de antemão é experiência paradoxal. O “Manto da Apresentação”, obra máxima de Arthur Bispo do Rosario, nos constrange por insinuar-se como obra de perda. Suas tramas conexas clamam por um talhe humano, antropométrico — são evidência corpórea, portanto —, enquanto que latências antropomórficas clamam vazão. Sob a dialética do olhar, é tácita, a questão da origem e da finitude no acervo do sergipano.