A cientificidade na fenomenologia de Husserl

Versão para impressão
campos
Autor: 
Marcus Sacrini de Ayres Ferraz
Editora: 
Loyola
Ano: 
2019
ISBN/ISSN: 
9788515045648

Ao longo dos quase quarenta anos de sua carreira filosófica, Edmund Husserl desenvolveu a fenomenologia em diferentes versões que foram sendo ulteriormente elaboradas durante seus estudos. Neste livro, reconstruímos aspectos centrais de quatro formulações do projeto fenomenológico husserliano – a fenomenologia noética; a fenomenologia transcendental estática; a fenomenologia transcendental genética e a fenomenologia transcendental “histórica” –, buscando mostrar as interconexões entre essas formulações e tornar explícita certa complexificação progressiva das pretensões fenomenológicas aí contidas. Nossa hipótese de leitura é que um fator decisivo para as modificações nesse projeto fenomenológico foi a constante reflexão do autor acerca daquilo que constitui a cientificidade das ciências. Essa reflexão, por um lado, delimita o sentido e o escopo da investigação fenomenológica por demarcação desta com as ciências e, por outro, estabelece como tarefa fenomenológica nuclear a fundamentação de todo o conhecimento científico.